ÚLTIMAS NOTÍCIAS
BUSCA RÁPIDA
09/11/2011 - fonte: MEC Assessoria de Imprensa / http://www.planetauniversitario.com
Censo da Educação Superior: números são importantes para formulação de políticas públicas
O número de estudantes que concluem o curso superior passou, na última década, de pouco mais de 300 mil para aproximadamente 1 milhão. Esse aumento representa um salto muito importante para o país, no sentido de evitar o chamado “apagão” de mão de obra. A constatação é do secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa, que participou na manhã desta quarta-feira, 9, do I Encontro Nacional do Censo da Educação Superior, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) em Belo Horizonte. O encontro, que reuniu representantes de instituições de ensino superior e dirigentes das principais entidades representativas da área, debateu os dados nacionais do último censo da educação superior, que traz os números de 2010 e foi divulgado nesta semana pelo Ministério da Educação. O secretário destacou a importância dos dados apurados pelo Inep para a formulação das políticas públicas para o setor. “Alguns números, como os que mostram que temos no ensino superior privado cerca de 74% das matrículas, demonstram que o Brasil possui características muito próprias e por isso as ações para a expansão devem considerar essa realidade.” A consolidação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) também foi destacada pelo secretário como fundamental para o processo de expansão do ensino superior com qualidade. Na avaliação de Costa, os dados do último censo, que mostram que em 2010 havia 6,4 milhões de matrículas no ensino superior, demonstram que a expansão do setor acontece em um ritmo que permitirá o alcance da meta do Plano Nacional de Educação de atingir, até 2020, cerca de 11 milhões de matrículas. “E para isso não pode haver competição entre os sistemas público e privado, o que deve existir é um comprometimento comum com a busca da qualidade do ensino oferecido.” O Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas de estudos em instituições privadas de ensino superior; o Fundo Nacional de Financiamento do Ensino Superior (Fies) e o Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) foram citados pelo secretário como ações que contribuíram para que o total de matrículas no ensino superior tivesse um aumento de pouco mais de 100% na última década. “Hoje as gerações que no passado não tiveram a oportunidade de concluir todo o ciclo de estudos percebe que tem essa possibilidade, e esse é novo Brasil que estamos construindo”, destacou. Assessoria de Imprensa da Sesu
PRECISO DE AJUDA
PARA ME CADASTRAR
ENVIE SUAS DÚVIDAS
OU SUGESTÕES
ACESSE SUA CONTA

Publicidade

Publicidade

Publicidade

©2009